8.04.2006

O texto de Helmut Sick

O texto de Helmut Sick em seu livro Ornitologia Brasileira revela o quanto é cuidadosa a sua observação e saboroso o aprendizado que advém diretamente do ato e da atitude no olhar:


TIETINGA, Cissopis leveriana

29cm, 75,8g (macho) e 67,5 g (fêmea). Espécie grande, peculiar, de cauda avantajada, inconfundível tanto no aspecto como no colorido alvinegro. O branco forma um V no lado superior, íris amarela. Voz: estridente "spix-spix" (chamada); cadência estereotipada de pios esganiçados, frequentemente trissilábicos, p. ex.: "zibi-zwí-ziú" repetidos em andamento rápido (canto). Atravessa a ramagem a longos pulos, acionando veementemente a cauda; vôo curto, produz forte e sonoro sussurro com as asas. Vive a altura média em beira de densa floresta e mata ribeirinha em pequenos bandos, ás vezes junto com o cardinalíneo Pitylus (Espírito Santo). Ocorre das Guianas e Venezuela a Bolívia; Brasil amazônico do sul dos Solimões até os Tapajós, Tapirapoã (Mato Grosso), sul do Pará (Gorotire) e Maranhão. De Pernambuco a Minas Gerais, Goiás, Rio Grande do Sul, Misiones e Paraguai; no Espírito Santo e Rio de Janeiro na região serrana. A forma amazônica é consideravelmente menor e tem as costas brancas. "Pipira" (Mato Grosso), "Probexim", "Sanhaço-tinga" (São Paulo), "Pintassilgo-do-mato-virgem", "Sabiá-tinga"; considerado pelos matutos como uma espécie de gralha (Corvidae), "Pega" (Pernambuco), lembra remotamente a pega européia (magpie) Pica pica, do hemisfério setentrional.

Observe como as palavras são usadas de forma precisa e ordenada segundo um modo de olhar. Vale como literatura, para quem gosta. Nosso mestre observador nos deixou um livro extremamente saboroso e criterioso, a um só tempo alemão e caboclo, com rigor centífico, jeito de mato e olhar de sabedoria.
Vale a pena a leitura.

Um comentário:

Sonia disse...

Oi Gunther!
O site do Arthur Grosset realmente é ótimo e ele já está lincado no post das corujas. Obrigada mesmo assim pela dica e também pela do livro do Helmut Sick.

No domingo passado meu marido tirou boas fotos de um tucano que tem vindo se alimentar das frutinhas de uma palmeira aqui do meu jardim. Na verdade eram três que todas as manhãs estavam aqui. Mas neste domingo veio só um. Se você puder me dar o seu e-mail eu posso enviar para você algumas fotos.

Bom final de semana!